A pimenta e os olhos azuis de Miriam Leitão

Não pretendia tratar do assunto da “agressão de petistas a Miriam Leitão”. Desde o início, pareceu-me algo como a tal “agressão de moças pretas à moça branca que usava turbante afro”.

Miriam

E talvez, melhor, pelo tempo decorrido entre o fato e sua denúncia e pelos desmentidos de terceiros que assistiram ao ocorrido, pareceu-me com aquela história mal contada do ministro Gilmar Mendes em relação a uma ameaça feita a ele por Lula no apartamento de Nelson Jobim.

Porém, dada a repercussão na imprensa, em solidariedade a Miriam, não vejo como não me posicionar.

Primeiro, achei um absurdo os posicionamentos de Merval Pereira, no Globo, e Vera Magalhães, na Folha. Ambos acabaram, em seus textos sobre o assunto, por responsabilizar a própria Miriam pela agressão sofrida. Culpabilizaram a vítima.

Merval Pereira em ”Que país é esse?”:

“A agressão à jornalista Miriam Leitão em um voo Brasília-Rio, por todas as formas inaceitável, é um sintoma dos ânimos exaltados, mas também reflexo do estilo agressivo de fazer jornalismo que a Globo levou adiante no país nos últimos 12 anos. Quem não é amigo é inimigo, e qualquer um pode ser amigo, desde que aceite a hegemonia global. Uns mais iguais que os outros”.

Vera Magalhães em ”Começar de novo”:

“Miriam Leitão e O Globo podem evocar Lula, os petistas, os bolivarianos ou uma combinação desses inimigos de sempre, mas o lamentável ataque de que foi vítima a jornalista no voo da Avianca deveria ser compreendido pelo jornal como um sinal inequívoco de seu divórcio com os leitores da capital e da antiga capital do pais”.

Segundo, pior ainda foi o posicionamento de Rogério Gentile em seu texto ”Síndrome do avião cheio”.

Aqui, Gentile naturaliza a agressão:

“Miriam Leitão foi constrangida recentemente em um avião. Outros jornalista da Globo têm ouvido “o povo não é bobo, fora a Rede Globo” durante transmissões ao vivo. Miriam teve de engolir um discurso irônico durante voo de Brasília ao Rio de Janeiro. Todas essas situações são chatas e desagradáveis. Refletem também certa falta de noção e de educação. Mas, ao contrário do que têm dito alguns globais, que costumam chamá-los de “ilegítimos” e “fascistas”, protestos desse tipo fazem, sim, parte da democracia, assim como os aplausos e elogios. Somente em regimes democráticos, figuras públicas podem ser questionadas na lata, cara a cara, sem que o autor seja punido”.

Quando o que Miriam sofreu pode ser considerado um protesto? Foi a pessoa dela quem foi agredida, não a empresa a que ela de alguma maneira representa. Há uma enorme diferença entre as duas entidades. Miriam é uma pessoa – não pode ser agredida. É um absurdo alegar o direito político de protestar para relativizar o direito universal à integridade física de uma pessoa.

Mas Gentile vai além e se escarnece da agressão sofrida por sua colega de trabalho:

“Os globais que, no entanto, não querem correr o risco de enfrentar cenas explícitas de insatisfação não precisam, de modo algum, se abster de sair de casa. Como ensinam os artistas, jogadores de futebol e celebridades “BBBs”, gorro, peruca e óculos escuros são extremamente úteis para quem não deseja ser reconhecido em local público”.

Anos atrás, foram os petista os agredidos. Poderiam agora lembrar os Evangelhos: ”… porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão”. Lucas 6:38.

Mas não foi essa a atitude adotada pela presidente do PT. Ainda que, ao fim, os petistas nada tenham a ver com as agressões à Miriam Leitão, ainda que sequer elas tenham acontecido da maneira que foi narrada pela própria, melhor assim.

Como aqui foi dito em ”Um elogio à agressão”: os textos de Merval, Vera e Gentile são erros. Erros que transformam seus autores em tolos a serviço do mal.

O ovo da serpente necessita de tolos que o choquem.

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s