Os zangados, os felizes e os desiludidos.

Divididos entre insatisfeitos, felizes e desiludidos, os brasileiros se perguntam em quem votar. O estado de ânimo para as eleições de 2016.

felizes, zangados e desiludidos 1

Alertado por Miguel do Rosário da existência de uma pesquisa do IBOPE de 09 de dezembro de 2015 sobre as opiniões dos eleitores em relação às eleições municipais de 2016, que igualmente não vi divulgada em lugar algum, fui aos dados.

Em uma generalização, agrupei os eleitores, conforme os resultados obtidos pelo IBOPE, em três estados de ânimo:

  • os felizes
  • os zangados
  • os desiludidos.

Explico:

os felizes – chamei de felizes os que pretendem votar na situação, ou seja, manter o atual prefeito no poder ou votar em um candidato indicado por ele;

os zangados – chamei de zangados os que pretendem votar na oposição;

os desiludidos – chamei de desiludidos os que declararam que não pretendem votar nem na situação e nem na oposição. A esses, somei os que responderam não saber em quem votar. Em uma situação com apenas duas alternativas – situação ou oposição – a resposta “não sei” está bem próxima de “nenhum dos dois”, creio eu.

Os resultados

De modo geral, os eleitores estão divididos, porém, mais zangados. Mas é interessante que existam partes muito próximas de felizes e desiludidos.

Grosso modo:

Zangados – 40%

Felizes – 30%

Desiludidos – 30%

É também possível dividir os resultados do IBOPE em três grupos de análise: o eleitor, a região e o partido.

Os resultados são muito interessantes.

O eleitor.

Os homens estão mais zangados – 43% pretendem votar na oposição. As mulheres estão divididas, na casa dos 30% para cada uma das opções – 38% zangadas, 32% desiludidas e 30% felizes. Situação, oposição e ninguém.

felizes, zangados e desiludidos 2

Os mais jovens estão mais zangados 42% e também mais felizes 35%. Posições antagônicas. Já, conforme envelhece, a zanga diminui, mas aumenta a desilusão. Os maduros, com mais de 55 anos, apresentam 36% de desiludidos e 37% de zangados.

felizes, zangados e desiludidos 3

Os que não completaram o ensino fundamental concordam com os que têm curso superior. Estão divididos, tal qual as mulheres – na casa dados 30% para cada uma das opções. Com algumas variações. Os que não completaram o primeiro grau são os que estão mais felizes – 35%, contudo, 34% estão desiludidos. Dos que têm curso superior, 38% estão zangados e 32% estão desiludidos. Os que fizeram o primeiro ou o segundo graus completos estão zangados – 41% e 45%, respectivamente.

felizes, zangados e desiludidos 4

Em relação à renda, o IBOPE fez um corte muito baixo. Estratificou apenas até e 5 salários mínimos de renda familiar. O que dizer de uma categoria que considera “mais de 5 salários mínimos” como um grupo homogênio? Colocou do classe-média-baixa ao milionário no mesmo balaio. Mesmo assim, os resultados não diferem do 40-30-30 – zangados, felizes e desiludidos, nessa ordem.

E há curiosidades, mas que podem ser apenas flutuações estatísticas. Quando se considera raça ou cor dos eleitores, fiz outra generalização, a partir dos dados do IBOPE: brancos, negros e orientais.

felizes, zangados e desiludidos 6

Os orientais estão muito zangados – 49%. Os negros estão mais zangados (41%) que os brancos (37%).  Os brancos são os mais felizes – 30%. Brancos e negros estão igualmente desiludidos – 33% e 30%, respectivamente.

A região.

Quando se analisa por região, algumas peculiaridades começam a aparecer.

A região sul é a que apresenta o maior índice de desiludidos – 40%. Mas o índice de felizes está em 33%. O pessoal do norte e do centro-oeste é o mais zangado – 46%, mas como os sulistas, há 33% de felizes. A coisa está pior no sudeste – 42% de zangados e apenas 24% de felizes. E a situação mais dicotômica é a do nordeste: tem o maior índice de felizes- 41%, mas 39% estão zangados. No nordeste, desiludidos só 20%, é ser feliz ou zangado.

felizes, zangados e desiludidos 7

O Partido.

Mas é no que se refere aos partidos, e mais precisamente aos grandes partidos, que as surpresas aparecem.

No caso dos pequenos partidos, há um padrão. Uma pequena superioridade de zangados, seguida de desiludidos e felizes, nessa ordem. Mas todos bem divididos na casa dos 30%. Algo assim como 37-33-30. respectivamente.

felizes, zangados e desiludidos 8

Porém, quanto aos grandes partidos – PT – PMDB – PSDB, a análise tem que ser mais complexa.

De modo geral, todos os partidos, pequenos e grandes, tem um índice maior de zangados. Exceto o PT.

O PT é o único partido em que o índice de desiludidos é maior – 45%. Tem o menor índice de zangados entre os partidos – 33%. Mas apenas 22% estão felizes com ele.

PMDB e PSDB têm resultados próximos e não muito bons. Zangados em 49% e 45%, respectivamente. Mas o PSDB é o que tem o maior índice de eleitores felizes – 32%.

 felizes, zangados e desiludidos 9

Nenhuma conclusão

Para quem esperava eleitores radicalizados, o que há são leitores mais indecisos e insatisfeitos.

Um índice de 70% do eleitorado entre zangados e desiludidos aponta para uma maior rotatividade do poder nestas eleições. Mas que também pode acabar por se traduzir em um alto grau de abstenção dos desiludidos e uma polarização entre felizes e zangados. Não é isso que tem ocorrido nas últimas eleições? Porém, nos casos de rotatividade, envolvendo todos os partidos, e não apenas o PT.

Para quem esperava o PT execrado, existe muito mais eleitores desiludidos do que zangados.

E, para quem defendeu a “ética” durante todo o ano de 2015, PSDB e PMDB deveriam se perguntar por que mais de 40% de seus eleitores estão zangados com eles.

O PMDB ainda pode alegar que foi tão acusado quanto o PT e que tem uma militância mais difusa do que este.

Já o PSDB, é um caso a se pensar seriamente.

 

PS: esta Oficina apoia o Movimento Golpe Nunca Mais.

golpe nunca mais1

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s