As ruas estão mudando de cor?

Embora pouco explorado pelos analistas, há um fato político novo, uma aparente inversão nas ruas. Plenamente perceptível por imagens e dados, falta ainda a teoria que a explique.

Manifestações 2015 - imagens

Manifestações 2015 - dados

Desencanto, fato momentâneo, fim do “ciclo de vida do produto”? O que houve com os “amarelos”?

Retorno da ideologia, fato novo, um objetivo unificador – a defesa da democracia? O que houve com os “vermelhos”?

As ruas estão mudando de cor?

PS1: em São Paulo, a PM do Alckmin viu 3 mil pessoas em 16 de dezembro e 1 milhão em 15 de março. As fotos estão aí em cima, o senso de ridículo não.

Nota da PM de São Paulo, em 17 março:

“Em relação ao número de participantes na manifestação de ontem (16), alguns órgãos de imprensa erraram ao informar o número fornecido pela Polícia Militar. Foi noticiado apenas três mil manifestantes como número total, confundindo e desinformando a população. O registro de três mil manifestantes refere-se ao início da manifestação, atingindo 50 mil manifestantes no seu ápice, pela contagem da PM”.

A imprensa usou o número de 3 mil participantes no dia 16 de março nos jornais televisivos e no dia 17 de março nos jornais impressos. Faltou, no mínimo, agilidade a PM para retificar a informação em tempo hábil para evitar o mal-entendido. Esse tempo houve.

Para outros casos de números divergentes: “a polêmica sobre número de manifestantes”.

PS2: esta Oficina apoia o Movimento Golpe Nunca Mais.

golpe nunca mais1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s