Versos para Marielle

Na cara preta, a bala é sempre um ornamento previsível. Entre as sobrancelhas, como uma pinta, uma marca de nascença.…

O poema inserto

E se no último momento eu conceber um poema? E se ele não for termo, mas for meu último momento?…

Ódio branco

Teu sincero ódio é revel de tua alma; que o encobre em tantos véus e o reveste de tantas vestes…

Linhas suburbanas

Divago pelas calçadas da minha rua deserta, ao final da tarde. Nenhum alarde. Onde estão as crianças que voltam da…